6 dicas importantes para pessoas altamente sensíveis

pessoas altamente sensíveisAs pessoas altamente sensíveis não podem deixar de ser mais abertas, compreensíveis e conscientes. Sentir literalmente tudo é algo natural, mesmo que elas não queiram.

Como já mostramos anteriormente, uma das principais características das pessoas altamente sensíveis é que elas possuem grande dificuldade em dizer não, estando sempre dispostas à ajudar qualquer um que procure um “ombro pra chorar”, algo que pode ser incrivelmente desgastante para elas.

Se você acredita ser assim e está procurando maneiras de lidar com esta condição, aqui vão algumas dicas para te ajudar a trabalhar este maravilhoso dom:
 
I) Criando um escudo:
Para um ser altamente sensível é muito importante saber como proteger a si mesmo. Este é um exercício que você pode fazer sempre que possível:

Visualize um escudo de energia em volta do seu corpo físico (escolher uma cor específica pode ajudar), criando uma fluente e energética camada protetora em torno de si mesmo. É importante que você não se feche dentro de uma caixa, portanto, procure manter seu escudo flexível permitindo que adentre somente aquilo que você permitir. Uma vez que o escudo está formado, visualize que o centro de seu Ser é uma pequena luz. Mantenha o foco nesta luminosidade ou chama interna.

Observe cada um dos seus sentidos, esteja consciente de seus pensamentos, sentimentos e emoções. Primeiro teste esta técnica sozinho, depois pratique na presença de outras pessoas. Procure sempre trazer a atenção que você dá ao ambiente externo, de volta para si mesmo, para a sua própria luz. Tome conhecimento de como irá se sentir em diferentes situações.
 
II) Quietude:
Durante o dia tire o máximo de pequenas pausas que puder, você precisa de ar fresco, caminhada e um bom alongamento sozinho. Estas pausas vão ajudar a reduzir a estimulação excessiva por estar perto de outras pessoas.
 
III) Meditação diária:
Mais que qualquer outra pessoa, seres altamente sensíveis precisam se manter equilibrados e com os pés no chão. Para combater a sobrecarga emocional, aja rápido e medite diariamente por alguns minutos. Isso centralizará a sua energia para que você não se confunda com as energias do ambiente.
 
IV) Defumação:
A defumação é a queima de ervas ou de incenso (em resina ou em pó sobre carvão) para purificação. Essa é uma prática que pode ser muito benéfica, sendo você altamente sensível ou não.

Defumando a si mesmo, a sua casa, o seu ambiente de trabalho ou qualquer outro lugar onde você costuma permanecer regularmente, poderá promover uma limpeza de qualquer influência energética que permanecer no local.
 
V) Dizer não e estabelecer limites:
Como já falamos acima, as pessoas altamente sensíveis possuem muita dificuldade em dizer não. Porém, é incrivelmente importante que você aprenda a fazer isto quando alguém passa dos limites. Você não precisa dar explicações, apenas seja firme e educado.

Não acredite que você deva dizer sim para todo mundo, incluindo amigos e familiares. Se você não está afim de sair de casa ou tem vontade de ir embora mais cedo de determinado local, não se julgue mal sobre isso.
 
VI) Praticar e compartilhar energias:
Encontre alguma pessoa que você se identifique e se sinta confortável para estudar diferentes técnicas e dividir energias. Cada ser possui um único padrão de habilidades e talentos energéticos, então você deve olhar para dentro de si mesmo e perceber suas necessidades específicas.

Entenda que possivelmente você terá que trocar de pessoa caso suas necessidades mudem, para isto, você deverá reconhecer o que já alcançou e o que ainda precisa ser desenvolvido.
 
Além destas dicas, muitas outras coisas podem ser feitas para promover o seu equilíbrio e bem estar. Você pode e deve descobrir o que é melhor para você e então colocar em prática. Seja seu próprio mestre!
 
(Texto traduzido e adaptado por Despertar Coletivo, postado originalmente no The Spirit Science)  



 

Compartilhar: