Criando o trabalho que você ama

criando o trabalho que você ama

A questão da vocação é extremamente grave e merece reflexão genuína em vez de respostas simplistas. É, de fato, necessário separar a verdade do nosso Ser daquela do nosso ser no mundo? Porque, com frequência demasiada, o ideal espiritual tem sido colocado em oposição ao mundo material. Assim, as pessoas espiritualmente conscientes são muitas vezes vistas (e se veem) como disfuncionais, incapazes de traduzir suas visões interiores em realidades funcionais. (…)
 
Será verdade que temos de perder o mundo para conquistar nossa alma? Será que, apesar de nós mesmos, ainda nos regemos por um paradigma ultrapassado que separa o mundo interior do mundo exterior, o espírito de sua manifestação concreta? Se somos, de fato, os mesmos seres no mundo do trabalho que somos nos reinos mais abrigados da experiência interior, então por que nossos mundos internos e externos não apoiam um ao outro? Afirmo que, até que nos movamos nessa direção, nenhuma das nossas boas intenções irá mudar a natureza do emprego nesta sociedade e, se não mudarmos o modo como abordamos o ato e a arte de ganhar a vida, será cada vez mais difícil cultivar qualquer tipo de vida interior.
 
— Rick Jarow, em Criando o Trabalho que Você Ama

 
Aos 19 anos, desiludido com o mundo ao seu redor e decidido a procurar uma verdade mais elevada, Rick Jarow deixou a Universidade de Harvard e viajou por sete anos pela Europa e Índia, onde se iniciou nas disciplinas de yoga e artes de meditação. Quando voltou para o Ocidente, todos esses anos de estudo e trabalho evoluiu para o que ele chama de Manifesto Anticarreira.

Reconhecido por sua abordagem holística, seus workshops tornaram-se muito famosos nos Estados Unidos no início dos anos 1990 e Rick começou a viajar para ensinar e divulgar seu trabalho no mundo e recentemente para o Brasil. Seus ensinamentos têm ajudado as pessoas a encontrarem a liberdade, compaixão e paz ao lidar com o traumas, mudanças e até mesmo a morte. Seu trabalho em grupo tornou-se conhecido por promover um profundo senso de comunidade, a criatividade sem limites e a transformação para uma vida positiva.

“Qualquer ser humano pode e, de fato, deve levantar o seu rosto da acachapante rotina para a sobrevivência e aspirar a algo mais elevado.” Com essa afirmação já no início de Criando o Trabalho que Você Ama, Rick Jarow defende ao longo deste livro, a transformação da sua vida no trabalho, de modo que você se sinta bem, como se criasse uma obra de arte, ao mesmo tempo que paga as suas contas e prospera. “Em nossos corações”, diz ele, “sabemos que estaríamos melhores se fizéssemos o que amamos, pois poucos no dia a dia, aguardam ansiosos pela manhã de segunda-feira”.

Mas não só defende. Ensina, passo a passo, como você pode sair da rotina que o atordoa e criar o trabalho que você ama, começando pelos valores que estão no seu interior e que, se você os aplicasse em suas atividades diárias, o fariam sentir que a vida vale a pena. Unir o seu interior (os seus valores) com o mundo exterior (o mercado de trabalho e as necessidades financeiras) e criar uma ponte entre prioridades pessoais e atividades diárias pode ser o caminho. Utilizando exercícios de autorreflexão com base nos sete chacras, Rick Jarow se habilita a levá-lo a trabalhar em algo que não é apenas um trabalho qualquer, mas uma forma de autêntica expressão pessoal. E você já pode começar se perguntando: “Como eu quero estar no mundo?”.

Criando o Trabalho que Você Ama é um livro muito recomendado para todas as pessoas que por diversos motivos, se sentem perdidas na busca de uma carreira profissional que realmente se encaixe com seus propósitos.
 
Clique aqui para adquirir o livro e tenha uma boa leitura!
 

Compartilhar: