Lago dos Sonhos: Consciência, Arte e Fogo

burningmanOs registros de uma grande transformação já vêm acontecendo em diversos lugares deste nosso planeta, sem dúvidas muitas sementes já estão sendo plantadas, até mesmo em um festival no meio do deserto. Em 2013, o músico, fotógrafo e cineasta Roy Two Thousand realizou um trabalho incrível, ele registrou uma edição do festival Burning Man e criou o Lake of Dreams (Lago dos Sonhos), um curta de sete minutos com as imagens que captou durante o evento.

Vale a pena assistir não apenas pelo belo trabalho de Roy, mas também pelo evento em si, que traz uma proposta inovadora de organização social.

Burning Man é uma espécie de festival de contracultura, realizado anualmente desde 1986 em Black Rock Desert, no estado americano de Nevada. Dezenas de milhares de pessoas se reúnem para criar – todos juntos – uma cidade temporária (Black Rock City) com recursos naturais, dedicada à arte, à autoexpressão, ao espírito de comunidade e à sustentabilidade.

Segundo o criador do festival, Larry Harvey, o objetivo é incentivar a cultura, estimular a união entra as pessoas num processo de colaboração total e criar uma atmosfera de respeito, paz e harmonia entre as mais diferentes expressões e os mais diferentes modos de vida, além de mostrar ao mundo conceitos inovadores para a vida em comunidade.

Mais incrível ainda, é que após o término do festival, toda a cidade é desmontada e os participantes deixam o lugar exatamente como encontraram, sem deixar qualquer vestígio.

Confira:

(Via: Anima Mundhy)

Compartilhar: