O Doador de Memórias

the-giver-lois-lowry-interview

Entre o que as coisas aparentam ser e o que realmente são, há uma grande diferença.

O filme é baseado no best seller mundial “O Doador” (1993) de Lois Lowry. Faz parte de um conjunto de 4 livros chamado de “O Quarteto O Doador”.

A série conta a história de uma sociedade ideal, na qual todos são supostamente felizes. Quando Jonas completa 12 anos, é escolhido para ser o Receptor de Memórias da comunidade. Ele entra em treinamento com um velho homem, a quem chamam de O Doador. Desse homem, Jonas aprende sobre o amor, a alegria, a dor, a tristeza, e todas as verdades do mundo, percebendo rapidamente que a comunidade vive em completa falsidade. Confrontado com a realidade, Jonas enfrenta escolhas difíceis sobre sua própria vida e seu futuro.

Assim como na realidade, na série a sociedade foi construída para nunca questionar os poderes e as leis que são aplicadas e a acreditar que a vida sempre foi assim. Todo o conceito por trás da história é uma vida sem escolhas, conhecimento e emoções. Entretanto, quando Jonas começa a receber as memórias provenientes do (in)consciente coletivo por meio de seu Doador, ele começa a conhecer e sentir a vida real, passando por um verdadeiro despertar.

A obra trás uma mensagem interessante sobre como devemos questionar a sociedade, as leis e tudo o que é imposto pelo sistema. Além disso, demonstra que cada indivíduo tem um papel fundamental no mundo e a importância dos sentimentos para a vida humana. Recomendo tanto o livro como o filme, a história é realmente inspiradora e emocionante.
 
Assista ao trailer:

Compartilhar: