O homem mais feliz do mundo

o homem mais feliz do mundoMatthieu Ricard tem 69 anos, trabalha como tradutor do Dalai Lama para o francês e é considerado o homem mais feliz do mundo. Nascido em Paris e filho do filósofo Jean-François Revel, Matthieu trilhou carreira científica até completar sua tese de doutorado em Genética Molecular pelo Instituto Pasteur, em 1972, quando decidiu trocar a vida acadêmica pela vida monástica budista.

Destacado membro do Mind and Life Institute, Matthieu colabora com a integração entre cientistas e budistas através de encontros e pesquisas. Em um dos experimentos desta natureza, a participação de Matthieu serviu para mostrar que o treino através da meditação pode determinar alterações impressionantes nos níveis de felicidade.

Ele e outros monges praticantes contabilizaram cerca de 10.000 horas de meditação, as quais resultaram na constatação empírica de que todos experimentaram níveis altíssimos de emoções positivas no córtex pré-frontal esquerdo, que é associado à felicidade.

O lado oposto, que por sua vez corresponde aos pensamentos negativos, ficou inativo.

Estudos similares comprovaram que mesmo os novatos na prática da meditação conseguiram experimentar um aumento considerável no nível de felicidade.

Contudo, o desempenho do monge Matthieu Ricard impressionou os cientistas. Ele, no entanto, afirma calmamente: “A felicidade é uma habilidade que pode ser conquistada através de algum tempo e de algum esforço.”



No vídeo abaixo Mattheu Ricard fala sobre a felicidade e como cada um de nós podemos alcançá-la através dos preceitos da meditação e do budismo. Confira:

(Via: Sociedade Gnóstica)

Compartilhar: