Razões pelas quais a meditação deve ser praticada nas escolas

meditaçãoescola

Se todas as crianças de oito anos aprenderem meditação, nós eliminaremos a violência do mundo dentro de uma geração. — Dalai Lama

Imagine que a meditação se torne uma prática regular na vida escolar das crianças. Basta pensar o quão diferente o mundo seria se cada criança for capaz de conectar ao oceano de consciência que permeia tudo, o desejo de fazer mal ao outros iria ser significativamente menor, pois a meditação nos permite descobrir através da experiência, quem realmente somos.

O problema na sociedade hoje é que estamos constantemente correndo de nós mesmos, e consequentemente, da verdade. Estamos tão ocupados com a correria do dia a dia que nunca tomamos tempo para descobrir quem somos no âmago de nosso ser. A maioria de nós aprendemos a ser algo que não somos, a nos ajustar para se conformar e obedecer às normas sociais. Aprendemos a colocar uma máscara e sermos escravos de nosso próprio ego. E nos tornamos tão bons nisso que somente a ideia de tirar essa máscara já causa um desconforto desagradável. Então traímos a nós mesmos e deixamos nosso ego comandar, ficamos insensíveis ao mundo e todos os seres que nele vivem. Vendemos a nossa alma por uma ilusão de quem somos, e no fundo, uma parte nossa sabe que algo está muito errado.

E se desde cedo, parássemos de correr de nós mesmos? E se aprendermos a olhar pra dentro desde a tenra idade?

Se as escolas ensinarem a meditação, as crianças podem descobrir suas verdadeiras paixões, seus interesses e potencial criativo. Elas não seriam tão incomodadas, inseguras e aprenderiam a viver para o momento presente.

A meditação ajuda a compreender a vida, através dela, as crianças não seriam tão propensas ao estresse, preocupações e doenças. Elas também poderiam desenvolver laços mais fortes com todos os seres e teriam menos necessidade de competir com seus semelhantes.

Muitos estudos clínicos têm demonstrado que a meditação desenvolve a capacidade do cérebro, e com isso, melhora o foco e a concentração. Além de fortalecer o sistema imunológico, protegendo o organismo contra doenças.

Como já foi mostrado aqui, estudos desenvolvidos pela Universidade da Califórnia revelaram que a prática da meditação aumenta o número de dobras no córtex cerebral e, com isso, melhora o processamento de informações e emoções. Os resultados foram publicados na revista Frontiers in Human Neuroscience.

Presume-se que quanto maior o número de dobras, melhor a capacidade do cérebro de processar informações, tomar decisões e formar memórias, além de aumentar o autocontrole. O córtex é a camada externa do cérebro e tem papel fundamental na memória, atenção, pensamento e consciência.



Uma outra pesquisa realizada pelo Instituto de Medicina e Prevenção Natural da Universidade de Maharishi, observou 201 pessoas com doença arterial coronariana (DAC) que se dividiram em um dois grupos: um programa de meditação transcendental e um programa de educação para a saúde. Depois de cinco anos de observação, o grupo que praticou meditação mostrou uma redução de risco de 48% de sofrer um acidente vascular cerebral.

O Departamento de Psiquiatria da Universidade Emory também chegou à uma conclusão semelhante em um estudo sobre o impacto da meditação no cérebro. Pesquisadores compararam a massa cinzenta no cérebro de praticantes Zen e não praticantes durante um longo período de tempo. Embora a massa cinzenta diminua normalmente com a idade, no caso dos praticantes Zen não houve nenhuma redução.

Felizmente a meditação nas escolas já é uma realidade e está acontecendo inclusive aqui no Brasil. Há um ano, as notas dos alunos do Centro de Apoio O Visconde, no Real Parque (zona oeste de São Paulo) melhoraram por causa da introdução de yoga e meditação.

Antes das aulas de português e matemática, 134 alunos fazem um conjunto de exercícios físicos e de respiração e praticam 20 minutos de meditação (fecham os olhos e mentalizam palavras ou sons).

A Sociedade Internacional de Meditação é a favor da incorporação da prática na rotina das escolas.

Basta imaginar o quanto futuras gerações podem ganhar com esta prática regular, os benefícios são extraordinários. É realmente importante implementar a meditação nas escolas, se vamos aprender a viver pacificamente uns com os outros, precisamos primeiro descobrir que a paz se encontra dentro de nós.
 
(Texto de Will Stanton | Traduzido e adaptado por Despertar Coletivo | Via: The Mind Unleashed)
 

Compartilhar: