Zeitgeist III – Moving Forward

Eis o terceiro filme da série Zeitgeist (primeiro filme, segundo filme). Zeitgeist: Moving Forward, foi lançado em janeiro de 2011 e é muito mais centrado que os outros. Os níveis de direção e produção também aumentaram consideravelmente, obviamente devido ao sucesso dos dois primeiros filmes.

filme_zeitgeist - moving forward _2011_okAlém de revisitar os temas debatidos nos primeiros filmes, visa tratar do ser humano com uma visão evolutiva, biológica e social mais apuradas, passando pela a forma como somos moldados pela mídia diariamente para termos comportamentos nocivos que não nos pertencem originalmente. Como o processo é muito sutil e direcionado, muitas vezes não nos damos conta de como podemos deixar de ser nós mesmos sem perceber e ainda contribuir negativamente para o bolo social, dependente de relacionamentos interpessoais para se sustentar.

Mostra (e prova, com fatos contundentes e exemplos práticos), que o sistema econômico atual não tem nada de “economia” e que o modelo está prestes a ruir, a qualquer momento, o que não seria uma coisa ruim, pois ele é completamente insustentável e prejudicial ao planeta, à natureza e consequentemente ao ser humano.

Ao meu ver, é a obra mais essencial de todas, pois pra fechar, mostra na prática como poderia (e deveria) ser o novo modelo de sociedade. É um banho de água fresca em meio à desinformação frenética e a inversão de valores que nos rodeia.

Não deixe de assistir aos filmes de Peter Joseph. Evolua e busque sempre novas perspectivas para formar sua própria opinião ao invés de aceitar passivamente as opiniões impostas.
Concordando ou não com as visões exibidas na série, uma coisa é certa: o ser humano tem que evoluir para além do mecanismo social atual. Nem sonhamos como seria um despertar para além do mundo que vemos hoje, já que estamos cegos pela quantidade enorme de condicionamento que sofremos desde o nascimento, mas devemos sempre almejar um salto evolutivo que nos torne imunes à tal condicionamento. As vezes, achamos que vivemos plenamente quando somos apenas sombras, reflexos de algo que podemos atingir se tivermos coragem para romper a barreira da ignorância.

Assistir a esses filmes não é uma perda de tempo. É o minimo que podemos ganhar (intelectualmente) à curto prazo e passa a ser uma obrigação, pois a sociedade perde (bastante) tempo com muitas coisas fúteis e banais, que apenas corrompem cada vez mais a lógica do sistema, como futebol, reality shows, novelas e afins. Que tal tirar a poeira do cérebro por algumas horas e assistir algo que vai contribuir positivamente, agregando novas informações a nossa consciência e a nossa visão de mundo? Conhecimento é poder. Quem não busca conhecimento se conforma em ser dominado.

Trailer Legendado

Documentário Completo e Legendado

Compartilhar:

About Bernardo Sommer

Tudo que sei é que nada sei, pois o certo é duvidoso mas a duvida é certa. Mantenho a mente aberta.